Dênis de Moraes: palavra do escritor

Postado em:
Blog - Palavra do escritor
- 04/04/2018 10:18:20

Caros amigos e amigas do Clube Da Vinci,
É com prazer que me comunico com vocês, desde já muito agradecido pelo interesse e pela atenção dispensados à leitura e à discussão de meu livro O velho Graça: uma biografia de Graciliano Ramos. Ter podido mergulhar no universo existencial, literário, político e cultural de Graciliano foi um enorme privilégio para mim. Trata-se não apenas de um magnífico escritor, como também de um intelectual que, como poucos, soube harmonizar as exigências do ofício, a imaginação criadora e a compreensão crítica dos momento histórico-sociais em que viveu. E sempre com a sabedoria de não permitir interferências políticas e ideológicas na construção ficcional e memorialística, por mais engajada que fosse a sua concepção de mundo, bem como seus compromissos com a emancipação de nosso povo.
Indico aqui três obras fundamentais para mim: 1) Vidas secas, de Graciliano Ramos; 2) O que é a literatura?, de Jean-Paul Sartre; 3) Cadernos do cárcere, de Antonio Gramsci.
Um grande abraço,
Dênis de Moraes