A geografia da pele

Postado em:
Blog - Não-ficção
- 26/06/2017 20:41:09

Alguns dados e curiosidades sobre o livro de não-ficção do mês de maio do Clube Da Vinci, A geografia da pele, de Evaristo de Miranda.
Associado, não perca o nosso Clube Da Vinci presencial no próximo dia 28 de junho para discutir os livros de ficção, não-ficção e indie de maio.

O lugar
O Níger é um país pouco conhecido da África ocidental. Antiga colônia francesa, independente desde os anos 60, tem um recorte entre regiões bastante marcado por diferenças geográficas e étnicas. Seu território cobre parte do deserto do Saara e da região seca do Sahel, no sul. O destino de A geografia da pele é o Sahel, essa faixa semiárida ao sul do Saara e entre as florestas tropicais do litoral do golfo da Guiné, na África do Oeste.

O autor
Evaristo de Miranda é agrônomo, com mestrado e doutorado em Ecologia pela Universidade de Montpellier (França). Pesquisador da Embrapa desde 1980, participou da construção, instalação e direção de três centros nacionais de pesquisa dessa instituição. Realizou e coordenou pesquisas em todos os estados do Brasil, além de dirigir os primeiros programas de estudos agroecológicos em propriedades rurais no Nordeste e na Amazônia e seu monitoramento por satélites. Entre várias distinções. recebeu o Prêmio do Mérito Agropecuário da Câmara dos Deputados, a Ordem do Rio Branco do Itamaraty e o Prêmio Abril de Jornalismo na Categoria Ciências. Tem diversos livros publicados no Brasil e em outros países.

A capa
A belíssima foto da capa é das fotógrafas Carol Beckwith e Angela Fisher. A dupla já percorreu os territórios de diversas tribos africanas documentando as relações, os rituais e o cotidiano desses povos. Há disponível no canal da National Geographic no YouTube um pequeno documentário contando a história das fotógrafas em que as tribos aparece também: www.youtube.com/watch?v=TkMP0il-VsQ